Após vídeo denunciando suposta negligência, Prefeitura se pronuncia sobre jovem que morreu em Hospital Regional

55 views

O Hospital Regional de Vilhena se pronunciou publicamente no fim da tarde desta terça-feira (28 de janeiro), após uma notícia ser espalhada pelas redes sociais denunciando um suposto caso de negligencia.  Segundo a denúncia, uma jovem – moradora de Pimenteiras do Oeste – teria morrido em Vilhena devido à falta de assistência médica por parte do órgão.

A informação foi rebatida pelos médicos Wagno Comini e André Oliveira, Diretor Técnico e Vice-Diretor clínico do Hospital Regional de Vilhena. Também em vídeo, eles teriam relatado que todos os procedimentos médicos para o atendimento da jovem foram realizados.

“A paciente chegou de Pimenteiras com um quadro de febre, vômito e dores abdominais. Foram feitos alguns exames preliminares, os exames de sangue estavam normais… a questão das plaquetas que foi levantada estava dentro do parâmetro normal. Não houve nenhum sinal de infecção”, informou André Oliveira.

Depois do atendimento, a situação da paciente teria caminhado para uma melhora. No entanto, a vítima sofreu duas paradas cardíacas. Na primeira, segundo pAndré, imediatamente todos os procedimentos foram tomados para que uma manobra de reanimamento fosse realizada. Já na segunda, não houve mais o que fazer em relação à jovem.

Os médicos ainda afirmaram que a família recebeu a proposta de uma necropsia, onde seria possível saber se a vítima sofria com alguma doença que poderia ter causado a morte. Os familiares, entretanto, recusaram o procedimento e pediram o atestado de óbito.

André também rebateu a informação de que não havia suprimentos médicos nem equipamentos para atender aos pacientes. O médico encerrou o depoimento alegando que ‘uma acusação de negligencia é algo muito sério, que precisa ser provada. E que o Hospital disponibiliza todos os laudos médicos para as autoridades responsáveis’.

Fonte: Folha de Vilhena

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA