Programa de Aquisição de Alimentos beneficia mais de 50 produtores da agricultura familiar em Vilhena

176 views

Programa Federal de Aquisição de Alimentos atende no município cerca de 60 produtores cadastrados e 19 entidades que recebem os produtos 

Criado em 2003 pelo Governo Federal, o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA conta com duas finalidades fundamentais: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Para essa execução, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de vulnerabilidade.

Parceria essa entre o Governo Federal e Governo do Estado de Rondônia que se fortalece cada dia mais.

Com a coordenação da SEAGRI – Secretaria Estadual de Agricultura do Estado de Rondônia, atualmente a execução do PAA é de responsabilidade dos municípios,  anteriormente a ação era da EMATER – Empresa Autárquica de Assistência Rural e Extensão Rural.

Neste mês, a SEMAGRI – Secretaria Municipal de Agricultura de Vilhena revelou que quase 60 produtores foram beneficiados com o programa, em que o investimento na compra de produtos da agricultura familiar para distribuir a 19 entidades do município foi em torno de 80 mil.

Entre as entidades beneficiadas está a APAE, Lar do Idoso, Guarda Mirim, Pastoral da Criança, Hemocentro, CEEJA, Ong O Caminho, Tiro de Guerra, CRAS e 10 escolas estaduais que receberam diversas caixas de alface, tomate, cebolinha coentro, mandioca, batata-doce, abóbora, berinjela, pimentão, melão, mamão, abacaxi, mel, queijo e outros.

O Estado destaca que a responsabilidade do Programa foi repassada aos municípios, para que a EMATER pudesse realizar com mais eficácia o atendimento técnico aos produtores.

Programa de Aquisição de Alimentos

Para promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura família, o orçamento do PAA é composto por recursos do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O Programa também contribui para a constituição de estoques públicos de alimentos produzidos por agricultores familiares e para a formação de estoques pelas organizações da agricultura familiar.  Promovendo também o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos.

 

Fonte: Redação

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA