Caminhonete que levou freezer recheado com 84 celulares a presídio de Cuiabá pertence a líder de facção

188 views

A informação de que Marreta é o dono do veículo consta na ação que corre na 7ª Vara Criminal de Cuiabá

Celulares foram apreendidos dentro de freezer — Foto: Divulgação

A caminhonete que levou um freezer recheado com 84 celulares até a Penitenciária Central do Estado (PCE) no dia 6 de junho é de propriedade de Luciano Mariano da Silva, conhecido como Marreta, líder de facção. Ele está entre os presos da Operação Assepsia, realizada em 18 de junho.

A informação de que Marreta é o dono do veículo consta na ação que corre na 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

As investigações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) chegaram até os servidores depois que um freezer ‘recheado’ com 84 celulares foi entregue na PCE.

Todo o material estava acondicionado dentro da porta de um freezer que foi deixado naquela unidade para ser entregue a um dos detentos.

https://globoplay.globo.com/v/7701764/

Equipes da GCCO estiveram na PCE e verificaram que não havia nenhum registro de entrada ou mesmo informações sobre a entrega do eletrodoméstico.

Naquele dia, todos os agentes penitenciários foram conduzidos até a GCCO e questionados sobre os fatos.

Por meio dos depoimentos, da análise das imagens e conteúdo de aparelhos celulares apreendidos, foi possível identificar e comprovar de maneira robusta que três policiais militares, dentre eles um oficial de carreira, foram os responsáveis pela negociação e entrega do freezer recheado com os celulares.

Fonte: G1 MT

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA