Delegado pede prisão do pai, mãe e tio de bebê estuprada e morta

Os três prestaram depoimento na delegacia, mas não conseguiram convencer o delegado de plantão, que pediu a prisão temporária do trio

O delegado de plantão na Central de Flagrantes ouviu os envolvidos, as testemunhas e decidiu pedir a prisão temporária pai Márcio José da Silva 29, mãe Raquel Nascimento de Araújo 21 e do tio Antônio Sérgio Gomes da Silva 43, que são suspeitos de participação nos crimes de estupro e morte da bebê Milena Eduarda do Nascimento, de 08 meses, na manhã dessa sexta-feira, 13.A morte da bebê em uma residência localizada na Rua Geraldo Pataxó, bairro Lagoinha, região Leste de Porto Velho (RO), deixou a população rondoniense chocada e revoltada. A bebê foi estuprada e morta por asfixia, segundo o médico de plantão na UPA Leste, local que a vítima já chegou sem vida.

Segundo o delegado, os depoimentos dos três foram muito contraditórias e por essa razão foi solicitado do juízo que eles sejam mantidos presos até que se esclareça o crime. A decisão judicial está sendo aguardada para este sábado (14).

 

 

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA