Pai e filho são presos por crimes ambientais em Chupinguaia, acusados de comandar serraria clandestina

180 views

Acusados foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, acompanhados de um advogado

Uma ação conjunta do PATAMO com a Polícia Ambiental prendeu, na tarde de quinta-feira, 13, pai e filho que tinham uma serraria clandestina em uma área rural de Chupinguaia. A ação faz parte da Operação Paz no Campo.
Segundo o registro da ocorrência, a polícia fazia um patrulhamento após a denúncia de que, naquela região, havia uma serraria clandestina. Na entrada que dá acesso à propriedade, um caminhão foi visto saindo carregado com toras de madeira. Quando o motorista viu as viaturas, deixou o veículo e fugiu a pé.

Um homem de 69 anos se apresentou como dono do local e autorizou a entrada das guarnições. Lá dentro, foi constatado que havia uma serraria clandestina, e que crimes ambientais eram cometidos. Em buscas na casa do proprietário do local, foram localizadas quatro armas de fogo e cadernos com as anotações das vendas de madeiras, o que provou a atividade comercial.

Na serraria havia também tratores, máquina para afiar serra, gerador de energia, diversas serras e carregadores usados para a extração de madeiras, além de uma explanada com toras de madeira.

Durante a vistoria, o filho do dono da propriedade chegou com 300 litros de diesel para os maquinários que seriam usados na prática do crime ambiental, porém, o combustível foi apreendido junto com quatro motosserras.

Pai e filho foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, acompanhados de um advogado, e devem responder por pelos crimes ambientais, e também por posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

Fonte: Foto ilustrativa
Autor: Jéssica Chalegra

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA