Vem aí, 1º Workshop “Café Robusta do Cerrado Amazônico” em Vilhena

347 views
Planta de Café Robusta do Cerrado Amazônico do produtor João Batista Chagas- safra 2019

O evento promete reunir mais de 200 participantes, entre produtores, técnicos e acadêmicos de todo Cone Sul de Rondônia

Está previsto para o dia 07 de maio deste ano, o 1º workshop “Café Robusta do Cerrado Amazônico” que abordará a importância da adoção de Tecnologia para o Café Robusta e as Perspectivas de Mercado da Cafeicultura Brasileira; nutrição e condução; qualidade de Bebida e Currículo de Sustentabilidade; além de mesa redonda contando com a participação de produtores, técnicos e acadêmicos.

A ação faz parte de uma parceria entre o Governo de Rondônia, por meio da SEAGRI – Secretaria Estadual de Agricultura, com a EMATER, SEBRAE e Prefeitura de Vilhena, um evento voltado ao público da cafeicultura e demais produtores que queiram conhecer a cultura.

Extensionista Social Joice Nunes, Cristiane do SEBRAE, a produtora Maria Aparecida Cantuária, o produtor João Soares Batista, Extensionista Rural Maciel Lemos e o Gerente do Esloc da Emater Vilhena, Cleverson Oliveira.

Com o objetivo de fornecer informações sobre o tema, serão convidados produtores e técnicos dos sete municípios que compõe a região, que terão a oportunidade de conhecer e trocar crescimento, além de fazerem indagações aos profissionais que estarão presente no evento.

No local estarão presentes empresas ligadas ao setor agrícola, mostrando as suas novidades para o setor agro, onde será uma ótima oportunidade para conhecer produtos e fechar negócios.

Segundo o Gerente Regional da EMATER, do território Cone Sul, Alessandro Pedralli (Xiru) essas ações são reflexo da nova metodologia de trabalho da pasta, buscando cada vez mais parcerias e oferecendo o melhor atendimento ao produtor, com técnicos capacitados e comprometidos em atender o homem do campo.

À frente da gestão do escritório local da Emater de Vilhena está o Zootecnista Cleverson de Oliveira, que com sua equipe está cada dia mais assistindo os produtores em diferentes cadeias produtivas, trazendo um novo conceito de gestão e atendimento ao produtor.

Fabiano Cremonini, Alessandro Pedralli e Ariel Gomes.

Os Técnicos da SEAGRI o Eng. Agrônomo Ariel Gomes e o Médico Veterinário Fabiano Cremonini afirmam que o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Agricultura está empenhado em realizar políticas públicas de qualidade com transferência de tecnologia, nesse caso com doação de mudas de material genético de grande produtividade sem custo algum ao produtor. “O Governo vem mostrando, mais uma vez, seu comprometimento com o produtor com respeito e responsabilidade” destaca o agrônomo.

Casal- a produtora Maria Aparecida Cantuária, o produtor João Soares Batista. Chácara da Sogra – BR 435, km 10 – Aprocis – safra 2019

O evento será realizado na propriedade rural da Srª Maria Aparecida Cantuária Barbosa, localizada no Setor AGROVILA, às margens da BR 435, km 10, Chácara da Sogra, em Vilhena. A propriedade é uma área demonstrativa acompanhada de perto pelos técnicos da EMATER no município.

O produtor João Soares Batista – Chácara da Sogra – BR 435, km 10 – Aprocis

Sobre o Café Robusta do Cerrado Amazônico

Uma das mais novas transformações em Vilhena está na produção de “CAFÉ ESPECIAL”. Por meio de união de setores públicos, como: EMATER, SEAGRI, Prefeitura Municipal, SEBRAE, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia e iniciativa privada estão empenhados para transformar não só o município de Vilhena, mas todo o Cone Sul como referência neste segmento tão importante para a economia de Rondônia.

O Produtor João Batista Chagas – BR 435, km 10, Chácara 39 – Aprocis – safra 2019
O Produtor João Batista Chagas e o Engº Agrº Maciel Lemos da Emater Vilhena – safra 2019

O município já vem desenvolvendo projetos como este, iniciado pela Secretaria de Estado da Agricultura – SEAGRI, e acompanhado pela EMATER-RO. Vilhena recebeu 25.000 mudas no ano de 2017 e acaba de receber esse ano mais 25.000 mudas, que por sinal, já deram resultados positivos.

Os produtores que receberam as mudas em 2017 e que tiveram a assistência técnica realizada pelo técnico extensionista da Emater de Vilhena o Eng. Agrônomo Maciel Lemos inscreveram-se no maior concurso de Café Robusta do País, o “CONCAFÉ” na edição do ano de 2019. Mesmo com as plantas com apenas 2 anos de plantio alcançaram altas pontuações, acima de 80 pontos.

A produtora Maria Aparecida Cantuária Barbosa e o produtor João Batista Chagas conquistaram pontuação acima de 80 e tiveram os seus cafés classificados como “CAFÉ ESPECIAL”.

Por Vilhena estar localizada no “cerrado amazônico”, onde estão sendo cultivadas as plantas de café robusta, adquire uma característica única para o Robusta de Rondônia. Daí então vem à denominação do café do município de Vilhena, CAFÉ ROBUSTA DO CERRADO AMAZÔNICO.

O Escritório Local da Emater em Vilhena, juntamente com o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) de Colorado do Oeste, já estão iniciando trabalhos científicos voltados a arranjos na avaliação da adaptabilidade e estabilidade fenotípica, genótipo e outras características de interesses agronômicos para selecionar os melhores desempenhos para a região do Cone Sul do Estado.

João Soares Piris e seu filho Lindomar Dias Piris
Recebimento de mudas de café clonal no ano de 2020 – Produtor João Soares Piris – BR 174, km 10 – Cooperfrutos

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

8h – Abertura e Café da manhã

9h – Histórico da Propriedade

Palestrantes: M. Sc. Engº Agrº. Maciel Lemos (EMATER-RO) e Aparecida Cantuária (PRODUTORA)

9:30h –  A importância da adoção de Tecnologia para o Café Robusta e as Perspectivas de Mercado da Cafeicultura Brasileira

Pesquisador Engº. Agrº. Dr. Abrão Carlos Verdin Filho

Pesquisador e Coordenador Técnico da Cafeicultura do Estado do Espírito Santo – Incaper – ES

10:30h – Nutrição e Condução do Café Robusta Amazônico

Palestrante: Prof. Drº. Engº Agrº. Jairo Rafael Machado Dias – Univ. Federal de Rondônia (UNIR)

11:30 h  –Qualidade de Bebida e Currículo de Sustentabilidade do Café Robusta Amazônico

Palestrante: M.Sc Engº Agrº. Janderson Dalazen – Secretaria de Estado da Agricultura. (SEAGRI)

12:30h – Almoço

13:30h – Mesa Redonda com Debate e perguntas:

Moderador: M.Sc Engº Agrônomo Maciel Lemos – EMATER-RO

 

Fonte: Assessoria / Redação do Guaporé Notícias

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA