Presidente da Comissão de Infraestrutura, Marcos Rogério diz que debaterá e votará temas pelo crescimento do Brasil

Senador democrata foi eleito por aclamação para presidir o colegiado pelos próximos dois anos

Indicado pelo Democratas para presidir a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), o senador Marcos Rogério (DEM) disse que o novo cargo é uma oportunidade para não somente discutir como votar temas importantes que destravem o crescimento do Brasil. “Assumir a Comissão de Infraestrutura do Senado representa a oportunidade de discutir e votar temas que podem destravar o crescimento do país, melhorar a oferta de serviços públicos com menos burocracia e mais eficiência”, frisou.

O senador foi eleito nesta quarta-feira (13) por aclamação. Marcos Rogério – que comandará a comissão pelos próximos dois anos – foi indicado pelo líder democrata Rodrigo Pacheco (MG). A CI é composta por 23 senadores titulares e 23 suplentes. Uma de suas principais competências é discutir e votar matérias pertinentes à área de infraestrutura, entre elas os serviços e obras públicas prestadas ao país.

Outro tema de destaque na comissão é o setor energético, muito debatido no estado de Rondônia em função dos reajustes constantes e desproporcionais. “Essa é a oportunidade de discutir a o sistema S e o fornecimento de energia no país”, adiantou.

Biografia

Bacharel em direito, mestrando em administração pública e jornalista, Marcos Rogério foi deputado federal por duas vezes e, em 2018, foi eleito senador da República pelo estado de Rondônia. Atuou como jornalista e diretor de comunicação de 2001 a 2009. Foi vereador pelo município de Ji-Paraná-RO, pelo PDT, no período de 2009 a 2011. Integrou o Democratas em 2016, período em que assumiu o diretório estadual do partido.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA