Sete mulheres são vítimas de violência doméstica em uma noite, em Porto Velho

39 views

Casos foram registrados na Central de Polícia. Uma das mulheres agredidas foi socorrida após as filhas gritarem por socorro na rua

Sete mulheres foram vítimas de violência doméstica, entre a noite de domingo (10) e a madrugada desta segunda-feira (11), em Porto Velho. Em todos os casos, os principais suspeitos são os próprios companheiros das vítimas. Os boletins de ocorrência foram registrados na Central de Flagrantes.

Em um dos casos, na madrugada desta segunda-feira, uma jovem de 26 anos foi agredida com socos na cabeça durante uma briga com o marido, em uma casa do Bairro Socialista. Na ocasião, o suspeito puxou a mulher pelos cabelos e tentou enforcá-la. A vítima conseguiu pedir socorro e o homem, de 30 anos, foi preso e levado à Central de Flagrantes.

No Bairro Planalto, uma mulher foi socorrida depois que as filhas dela, de 9 e 14 anos, saíram de casa e gritaram na rua para pedir ajuda à mãe. Quando os policiais chegaram ao local, segundo boletim de ocorrência, o agressor de 44 anos estava sendo contido por uma testemunha na frente da residência.

A mulher de 32 anos foi encontrada com o olho quase fechado, por causa do inchaço causado pelas lesões. Aos agentes, a vítima relata que chegou em casa com as filhas, quando percebeu que seu marido estava nu. Ela teria pedido para que as meninas não entrassem no imóvel até que o homem se vestisse.

Quando as meninas de 14 e 9 anos entraram na casa o homem ainda despido, momento que ele foi ao quarto da esposa e começou a agredi-lá com socos. Ela correu para a rua, junto com as filhas, e uma amiga vizinha chamou a polícia. O homem recebeu voz de prisão e foi levado à Central de Polícia.

Na noite de domingo, uma mulher de 32 anos foi agredida com socos porque se recusou a ter relações sexuais com o companheiro, de 33 anos. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem estava sob efeito de álcool e drogas e, durante as agressões contra a companheira, quebrou o celular da vítima.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA